top of page

A Luta Interna da Mulher Rígida: Desvendando a Dor e o Medo de Se Entregar

Ser mulher é uma jornada cheia de desafios e, para aquelas que seguem o perfil da mulher rígida, a vida pode ser ainda mais complicada. Essas mulheres, na dor, são conhecidas por fugir de relacionamentos saudáveis, por medo de se entregar e acabar sendo machucadas. O medo de grandes homens, de disputas com sogra e de perder o controle é tão forte que muitas vezes acabam buscando homens indisponíveis, que já estão comprometidos ou simplesmente não gostam de mulher.

Essa necessidade de controle, quando a mulher rígida está na dor, pode consumir toda a sua energia de vida, pois é impossível controlar tudo, todas as pessoas e todas as situações. O medo de não ser escolhido, de não ser amado, pode ser acompanhado por uma carga de insegurança enorme, e essa insegurança pode fazer com que a mulher se esforce ainda mais para parecer forte, mas isso custa muita energia.


Mas a verdade é que, para seguir em frente e encontrar felicidade, é preciso aprender a lidar com esses medos e aprender a confiar. É preciso compreender que não será perfeita, que não é necessário controlar tudo o tempo todo e que, às vezes, é preciso delegar e ceder.


A rigidez pode ser acompanhada por uma sensação constante de competição, a necessidade de ser a melhor.


Em resumo, a mulher rígida na dor precisa aprender a confiar, a lidar com suas emoções e a compreender que não precisa controlar tudo para ser feliz. Aprender a se entregar, a amar e a ser amada é a chave para superar a dor e encontrar a paz interior.


Não espere mais, mulher. É hora de abandonar a rigidez na dor e começar a viver a vida plenamente. Seja a perfeita, na sua maneira única e autêntica.


Conheça a Ferramenta o Mapa de Caracteres e Análise Corporal e Comportamental para mudar a sua vida, sai da dor. o ano de 2023 pode ser o seu ano.

o Atendimento é feito de forma ONLINE, gravado e fica a sua disposição. Entre em contato.

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page